ss

Conall

Um Amor com 30 anos…

Home  |  Comunicação   |  Um Amor com 30 anos…

Um Amor com 30 anos…

 

Há histórias que nos inspiram, outras que nos comovem, esta que ouvi hoje deixou-me inspirada e comovida. E sempre que estou inspirada, já sabem, escrevo…

No meio da minha constante busca de informação, não sei como, acedi a um vídeo que falava de uma História de Amor com 30 anos… Mas esta história tinha algo de diferente e, por isso, cativou-me. Na verdade a história dever-se-ia chamar: Um Amor que esperou 30 anos…

Em resumo: a história retratava um casal de nacionalidades diferentes, que há 30 anos se havia conhecido em contexto de trabalho, num país da América Latina. No primeiro encontro, logo no primeiro olhar, ambos souberam que se amavam. Na altura, os compromissos assumidos não permitiram que esse amor fosse vivido. No entanto, nunca foi esquecido…

Passados 30 anos, sempre a pensar na mulher que nunca deixou amar, ele decide procurá-la.  Ruma ao outro lado do mundo e encontra-a. Percebem de imediato que nada mudou, o amor continua igual, com a mesma intensidade, como há 30 anos o sentiam… E depois de tanto tempo passado, nada mais havia a fazer… a não ser vivê-lo. Assumiram-no, divorciaram-se e agora estão juntos e felizes.

Estas histórias bonitas  deixam-me sempre a pensar… Até porque no meio há sempre umas casualidades ou coincidências interessantes, que tornam a história ainda mais deliciosa. Tudo isto me fascina e pergunto-me:

Será que há intervenção divina nestes casos? Será que o Universo conspira a favor de quem tanto ama?

Eu acredito que sim! Sou fã destas histórias de Amor e acredito que há almas que estão cá para se encontrar e amar incondicionalmente. Pode não ser no primeiro encontro, pode não ser da maneira mais óbvia, podem até ter que esperar 30 anos, mas eu acredito que quando assim tem que ser, quase nada pode impedir que seja.

E digo quase porque na verdade há coisas que os podem impedir de viver esse Amor. O nosso ego e uma má gestão emocional estão logo no topo da lista dos impedimentos.

Portanto meus queridos, acreditemos no Amor e treinemos o nosso Fitness Emocional. Quem sabe conheçamos a nossa Alma Gémea no supermercado ou ao  virar da esquina. Noutros casos, pode ser que volvidos 30 anos um encontro surja de forma inesperada…

 

[author id=”” class=”” style=””]

[line id=”” class=”” style=””]

PREV

Amar a Mudança

NEXT

Família, uma carta com Amor...

LEAVE A COMMENT